Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

10
Mar14

Sobre a fic...

por Joana

Olá :) Eu decidi publicar a fic no wattpad! Se quiserem podem lê-la clicando aqui. Um dia poderei publicar aqui uma fic, mas por agora vou publicar mais coisas da minha vida, espero que não se importem.

Beijinhos!

Autoria e outros dados (tags, etc)

08
Mar14

Hey!

por Joana

Olá!

Bem, eu disse que este blog, para além de fics, também iria ter alguns posts em que eu falava sobre mim e o meu dia-a-dia, coisa que vou fazer agora.

Hoje foi Sexta-Feira (tecnicamente foi ontem, pois já são 3 da manhã, mas não interessa) e eu pensava que o dia ia correr muito mal, pois tinha educação física e matemática, entre outros. No entanto, eu nem desgostei das aulas (a de matemática continuou a ser uma seca, mas o que se pode fazer?).

O único problema foi que cheguei super cansada a casa, pois fomos obrigados a correr durante trinta minutos e eu sou muito fraquinha no que toca a desporto.

Quando ia dormir, às dez da noite, reparei que um amigo meu estava online no skype e comecei a falar com ele, até que há bocado ele foi dormir. Finalmente, eu fico em silêncio e quando estou quase a adormecer, dá-me a vontade de ver o filme The Seven Year-Itch, um dos vários filmes com a atriz Marilyn Monroe, quem eu adoro.

Após ver esse filme, o que me deu na cabeça? Vir aqui ao blog deixar uma publicaçãozinha...

Nem sei o que me dá na cabeça às vezes. Estou muito cansada, mas não consigo dormir. Tenho demasiadas coisas na cabeça, há demasiadas coisas em que pensar... e depois acabo por não conseguir dormir por pensar em coisas boas que vão acontecer e ficar muito entusiasmada para as mesmas.

A pressão por causa dos testes também não ajuda. Eu sou uma boa aluna, mas às vezes é demasiada pressão, e quando estou nos testes acabo por ficar mais nervosa a pensar "não falhes, senão vais desapontar muita gente".

Eu não costumava ficar nervosa por fazer testes, a não ser que fossem testes do ministério, mas agora fico com todos, porque toda a gente espera muito de mim.

Bem, espero não vos ter aborrecido com a minha vida.

Tenham um bom fim-de-semana!

Joana

Autoria e outros dados (tags, etc)

04
Mar14

Olá! Bem, eu quero confessar-vos uma coisa...

Quando eu comecei a escrever aquela fic (que só durou até ao 2º capítulo), foi mesmo só para me distrair nas férias de Verão... eu nem ía publicar o segundo capítulo, mas depois como o Cory Monteith, meu ídolo, faleceu, eu queria "escapar" ao mundo real e tentar esquecer tudo, então continuei a escever.

Agora quero mesmo escrever uma fic, aliás, já comecei a escrever, só não a publiquei, com medo que ninguém visse ou gostasse.

Então vou re-abrir o blog e começar a publicar aqui não só capítulos, mas também coisas pessoais de vez em quando.

Espero que alguém leia haha :)

Beijinhos,

 

Joana

Autoria e outros dados (tags, etc)

18
Jul13

Jane foi até ao banco onde Zack estava e sentou-se ao lado dele.

 

-Olá Zack. Saudades? – pergunta, com um sorriso.

 

-Claro, nem sabes quantas! – diz ele, dando-lhe um abraço.

 

-Então, o que fizeste nestas férias? – pergunta Jane.

 

-Nada de especial… fiquei por aqui, fui à praia, acabei com a minha namorada… - diz ele.

 

-Acabaste com a tua namorada? Que pena… - diz Jane.

 

-Ela traiu-me com um homem uns dez anos mais velho que nós. – diz ele.

 

-Não percebo porque é que as pessoas traem as outras, se gostam assim tanto delas. – diz Jane.

 

-Bem, não faz mal. Agora estou bem. – diz Zack. – Olha, porque é que nunca apareceste na praia no Verão? Eu estava lá…

 

-Eu não andei muito por cá…estive em Georgia, na casa das minhas primas durante a maior parte do tempo. Ah, já sabes? A minha irmã veio para cá este ano. Vocês têm de se conhecer um dia destes.

 

-Oh, a Mary veio para cá? Que bom! Mais uma Larsen. – diz ele a rir.

 

Jane e Zack ficam a conversar durante mais um pouco.

Entretanto, Mary e Maggie andavam a passear pela escola. Elas já se conheciam, pois sendo Maggie a melhor amiga de Jane, já tinha ido a casa dela e vice-versa.

 

-Olha, ali está o Tom. O melhor amigo do meu irmão. – diz Maggie.

 

Mary fica hipnotizada ao olhar para Tom.

 

-Aquele é o Tom? – pergunta.

 

-Sim… estás bem?

 

-Estou ótima! Ele é que é mais giro do que o que eu esperava… - diz Mary, ainda a olhar para ele.

 

Quando Tom se apercebe que estão a olhar para ele, ele vira-se e faz um sorriso para Mary. Ela sorri de volta e para de olhar.

 

-Isto foi muito embaraçoso. – diz ela.

 

-Mary, aviso-te. Não te apaixones por ele. Eu conheço-o. – diz Maggie.

 

-Qual é o mal de me apaixonar por ele? – pergunta Mary.

 

-Ele é um mulherengo. – diz Maggie.

 

*

 

É hora de almoço e Maggie, Mary e Jane estão sentadas a almoçar.

 

-Então, já fizeste amigos hoje? – pergunta Jane a Mary.

 

-Jane, amigas não se fazem assim tão de repente. Sabes como é que eu sou. Para alguém ser meu amigo tenho de conhecer essa pessoa há algum tempo. – diz Mary.

 

-Está bem, não fiques assim.

 

-Ela está um pouco virada do avesso desde que viu o Tom hoje de manhã. – diz Maggie.

 

-Ah, viste o Tom. – diz Jane, antes de começar a rir num riso incontrolável. – Ok, desculpem, mas o Tom é um mulherengo. Mana, pensei que eras mais esperta.

 

-Eu sou esperta. E eu não estou apaixonada pelo Tom.

 

-Ninguém disse que estavas… - diz Maggie.

 

Ficam a conversar durante mais um pouco, até que um rapaz de cabelo castanho-escuro e cheio de caracóis entra no refeitório.

 

-Olhem, o meu irmão vem aí. – diz Maggie.

 

-Aquele é o Peter? Está tão diferente… - diz Jane, hipnotizada a olhar para ele. – Quer dizer… não faz o meu género, mas já não está tão feio.

 

-Olhem, ele vem aí ou é impressão minha? – pergunta Mary.

 

Realmente ele está a dirigir-se a elas. O que é normal, já que Maggie é sua irmã.

 

-Olá mana. Estás com a Jane, como sempre. – diz ele.

 

-Se calhar porque somos melhores amigas. – diz Jane, revirando os olhos.

 

-Quem é a loira? – pergunta Peter.

 

-A loira é a minha irmã Mary. – diz Jane.

 

-Olá Mary, sou o Peter.

 

Mary acena.

 

-Posso sentar-me aqui? – pergunta Peter.

 

-O Tom deixou-te sozinho, foi? E a tua namorada, onde está? – provoca Maggie.

 

-Ele foi dar uma volta na mota dele, acho eu. E a Sophia está com as amigas. – diz Peter.

 

-Não sei como é que namoras com ela… -diz Jane.

 

-Isso tudo são ciúmes? – pergunta Peter.

 

-Deves achar-te muito bom, deves…O que eu estou a dizer é que ela é má e… - Jane é interrompida por Maggie, que está a fazer-lhe gestos para se calar.

 

Peter levanta-se e beija Sophia, que apareceu atrás de Jane.

 

-É melhor teres cuidado com o que dizes…nunca se sabe o que pode acontecer. – diz Sophia.

Autoria e outros dados (tags, etc)

13
Jul13

Olá! Bem, eu já não venho aqui há imenso tempo, peço desculpa. Estou de férias e tenho andado a dormir o tempo todo! Anyways, já escrevi até ao 4º capítulo e vou escrever mais hoje, por isso fiquem atentos ao 2º capítulo, que vou publicar em breve!

Bjs

Autoria e outros dados (tags, etc)

23
Jun13

Aqui está o primeiro capítulo da nova fic, Fall Down! Espero que gostem. :)

_____________________

Jane e Mary Larsen estão a sair de casa para irem para a escola. Mary está muito nervosa pois é a sua primeira vez naquela escola. Jane já está lá há muito tempo e conhece quase toda a gente, por isso é diferente para ela.

Mary já tem um carro, coisa que Jane não tem, mas enquanto tiver a irmã também não vai precisar.

Quando as duas irmãs chegam à escola, Jane junta-se logo com Maggie, levando Mary consigo.

 

-Bem, vocês já se conhecem, por isso acho que não é preciso apresentações. – diz Jane.

 

-Olá Maggie. – diz Mary.

 

-Oi Mary. Estás muito nervosa? – diz Maggie.

 

-Um pouco…sim. – diz Mary, sorrindo.

 

-Não te preocupes…nós vamos ficar sempre contigo até arranjares alguém. – diz Jane.

 

De repente, Anthony chega.

 

-Olá meninas! – diz ele, como sempre muito animado.

 

-Anthony…olá! – diz Jane, a sorrir.

 

-Então, ainda não encontraste os teus amiguinhos? Ou melhor..a tua amiguinha? – diz Maggie.

 

-Shiu. – diz ele.

 

-Que amiguinha, posso saber? – pergunta Mary.

 

-A Ellie. – diz Jane, a rir. – Ele está completamente apanhadinho por ela já desde o ano passado.

 

-Olha ela está ali. – diz Maggie.

 

-Bem, parece que é hora de eu tentar a minha sorte! – diz Anthony, piscando o olho e indo na direção da loira.

 

-Ugh, odeio o meu irmão. – diz Maggie.

 

-Porquê? – pergunta Jane.

 

-Ele agora tem carro, então pensa que pode fazer o que lhe apetecer. Então antes de virmos para cá tivemos de parar no “GQ” para o Peter ir buscar o seu amiguinho Tom. – diz ela.

 

-Eles etão aqui? Quem são? – pergunta Mary, completamente desorientada por não conhecer quase ninguém.

 

-Agora eles não estão aqui…o Peter deve estar com a sua namorada nova, a Sophia. Odeio-a. O Tom não sei. – diz Maggy.

 

-Espera, o quê? O feio do teu irmão, sem ofensa, arranjou namorada? Até admira. – diz Jane, a rir. – E é logo a Sophia? A Sophia Stoke?

 

-Não ofendes nada, é verdade. E sim, a Sophia Stoke. A abelha-rainha. – diz.

 

-Como é que ele conseguiu? – pergunta Jane.

 

-Bem, se calhar ficou mais giro durante o Verão, não sei. Eles começaram a namorar no mês passado. Encontraram-se na praia. – diz Maggie.

 

-Eu estou completamente perdida. – diz Mary.

 

-Oh, em breve já vais perceber tudo. – diz Jane, dando leves palmadinhas no ombro da irmã.

 

-É verdade…já vi o teu amorzinho por aí. – diz Maggie.

 

-Que amorzinho? Jane… - diz Mary, esforçando-se para não rir.

 

-O Zack…e não contes ao pai nem à mãe. Não quero que eles comecem a fazer perguntas.

 

-Olha, ele está ali. – diz Maggie.

 

-Meu Deus… - diz Jane. – Ok, eu vou lá. Ele está sozinho.

 

_____________________________-

Espero que tenham gostado!

Bjs

Autoria e outros dados (tags, etc)

19
Jun13

Como eu vos disse no final da outra fic, eu estou a fazer uma nova. Já vos posso dizer o nome da fic e apresentar as personagens. A fic chama-se Fall Down e eis as personagens:

Jane Larsen - 16 anos 

 

Anthony O'Brien - 16 anos

 

Zack Stevens - 16 anos

 

Maggie Hampton - 16 anos

 

Peter Hampton - 18 anos (irmão de Maggie)

 

Sophia Stoke - 17 anos

 

Martin Scooter - 17 anos

 

Ellie Scooter - 16 anos (irmã adotada de Martin)

 

Tom Platner - 18 anos

 

Mary Larsen - 18 anos (irmã de Jane)

Autoria e outros dados (tags, etc)

16
Jun13

Olá. Eu sei que não avisei que este era o capítulo final da fic, mas é. A seguir a esta, vou fazer outra fic, possivelmente maior. Vai ter uma história e personagens diferentes.

______________________________

Selena, Demi e Miranda estavam no pátio da escola, a almoçar. Só havia pessoas a olharem para elas de lado. Principalmente para Demi e a cochichar sobre ela.

Selena levantou-se e pôs-se em cima da mesa. Era altura do seu plano B para acabar com esta humilhação toda.

 

-Vocês estão para aí a criticar a Demi e a olhá-la de lado, mas nem são capazes de olhar para vocês mesmos e perceber que o que ela fez...muitos de vocês também fizeram. Ela nunca mais fez o que fez. E só para saberem, o rapaz que espalhou estes boatos, Chace Crawford, só sabe disto porque comprou droga à Demi há uns anos. Ele consumiu. E muitos de vocês também. Nenhum de vocês tem o direito de fazer piadas sobre a Demi, porque ao menos ela parou logo, ao contrário de muitos de vocês que se acham fixes por fazerem isso. - após aquele discurso, Selena desceu da mesa e foi-se embora com Demi e Miranda.

 

Chace chegou ao pátio e viu imensas pessoas a olhar para ele. 

 

-Então, gostas? -perguntou Selena, num tom irónico.

 

Quando elas sairam daí, Selena abraçou Demi.

 

-Obrigada...adoro-te. - disse Demi.

 

-Eu também.

 

 

Aí, Justin aproximou-se delas e Demi e Miranda foram-se embora.

 

-Olá Selena...- disse ele.

 

-Justin....olá.

 

-Eu achei fantástico o que tu fizeste ali fora...és realmente uma boa amiga. - disse.

 

-Obrigada... eu só disse a verdade. Estava farta de quase toda a gente a falar mal da Demi...nem acredito que quem fez aquilo tudo foi meu namorado.

 

Justin não respondeu.

 

-Eu devia ter percebido que o que eu queria estava mesmo à minha frente...desde sempre...eu ando a fingir que te odeio. Não consigo mais. Eu amo-te. - disse Sel.

 

Justin não disse nada, apenas beijou Selena, lentamente. 

 

4 MESES DEPOIS

 

Dianna estava a andar pelos corredores do colégio à procura da sala 120, a que o Cory lhe tinha indicado há umas horas, pois ele tinha uma surpresa para ela.

Assim que ela entra na sala, vê um tapete quadrado no meio da sala, com umas velas numas mesas.

 

-Wow...-disse ela.

 

-Gostas?- disse Cory, aparecendo atrás dela.

 

-Adoro. Amo-te. - disse, beijando-o.

 

-Como o Verão está quase a começar e provavelmente não nos vamos ver muito eu achei que devia fazer isto. - disse o Cory, fazendo-lhe festas na bochecha.

 

-Amo-te.

 

-Eu também.

 

***

 

Estavam todos reunidos no átrio, no último dia de aulas. Dianna, Cory, Lea, Lucy, Selena, Demi, Miranda e Justin. Chace estava a olhar para eles de longe.

 

-Bem, é agora...- disse Demi.

 

-Temos de combinar alguma coisa durante as férias. - disse Lea.

 

-Pois temos. Não aguento três meses sem vocês... - disse Selena, olhando depois para Justin.

 

-Pessoal, nós vamos encontrar-nos pelo menos uma ou duas vezes durante as férias. Prometo. E ainda nos vamos ver no próximo ano. - disse Cory.

 

-Sim! - disse Dianna. - Não vamos começar a ser lamechas... até breve.

 

-Até breve. - disseram todos, dando um abraço de grupo e indo cada um na sua direção.

 

_____________________________

Espero que tenham gostado!

Bjs

Autoria e outros dados (tags, etc)

19
Mai13

Capítulo 14

por Joana

-O que estás a fazer aqui?- perguntou Dianna.

 

-Quero pedir desculpa...e dizer mais umas coisas...- disse o Cory.

 

-Diz..-disse a Dianna, visivelmente ainda apaixonada por ele.

 

-Eu amo-te. - quando ele disse isto, foi como se o coração da Dianna lhe saltasse para fora do peito. - Eu sempre te amei. Desculpa se te fiz acreditar que não te amava...desculpa por te ter magoado. É que eu sentia que estava a arruinar a nossa amizade...e depois tentei desviar todos os meus sentimentos por ti com a Lea, mas não deu. Não consegui esquecer-te.

 

-Eu também não te consegui esquecer...- disse a Dianna.

 

 

-Wow...-disse Cory.- Já tinha saudades disto...e de te ver logo de manhã...sem maquilhagem, com o cabelo despenteado,...mesmo assim és a rapariga mais linda do mundo para mim.

 

A Dianna sorriu e levantou-se para ir à casa-de-banho lavar-se e vestir-se, enquanto Cory ficava à sua espera no quarto.

 

****

-Selena, o Chace está ali. Boa sorte. - disse a Demi.

 

Selena andou até ao lado de Chace e deu-lhe um toquezinho no ombro.

 

-Olá...- disse.

 

-O que queres?- perguntou Chace.

 

-Eu quero pedir-te desculpa por ter acabado contigo e isso. Quero voltar a namorar. - disse a Sel.

 

-Pois, até parece que sou burro.- disse Chace.

 

-Estou a falar a sério. Eu gosto mesmo de ti e quero voltar a namorar contigo...- disse.

 

-Mas eu não...tu és uma miúda...agora eu tenho uma namorada da minha idade e melhor do que tu. - disse Chace.

 

-Desculpa? Eu sou uma miúda para ti?- perguntou.

 

-Sim. - disse.

 

Selena foi-se embora com uma fúria enorme e com uma vontade ainda maior de se vingar de Chace. 

 

-Venham meninas. Tenho outro plano...este não vai falhar.- disse a Selena.

 

****

 

A Dianna e o Cory estavam a andar pelos cantos do colégio como antes...tudo estava como no início: perfeito. De repente, pararam em frente ao teatro.

 

-O nosso primeiro beijo...- disse a Dianna.

 

-Pois foi...aquela é a única aula que eu sei que nunca me vou esquecer. - disse o Cory.

 

Eles foram para o palco, exatamente no sítio onde se tinham beijado pela primeira vez, e beijaram-se. Como num sinal de começar de novo. Depois sorriram um para o outro e foram almoçar. Como era Sábado podiam ficar ali o dia todo, sem se preocuparem.

 

_______________________________

Espero que tenham gostado! Desculpem ser tão pequeno :c

Bjs

Autoria e outros dados (tags, etc)

28
Abr13

Capítulo 13

por Joana

Dianna e Lea estavam a dançar e a rir das figuras que estavam a fazer, enquanto Lucy foi ao outro lado do bar falar com Cory.

 

-O que é que pensas que estás a fazer?- perguntou ela.

 

-Estás a falar comigo?- perguntou o Cory.

 

-Sim.- disse a Lucy.- Primeiro namoras com a Dianna e dizes que a amas, e por acaso parecia mesmo que a amavas. Agora, estás todo caídinho pela Lea. Decide-te rapaz. Eu não quero ver nenhuma das minhas duas melhores amigas magoadas, e por tua causa, uma delas já está.

 

-Lucy, posso contar-te uma coisa? Prometes que não contas a ninguém, nem mesmo à Dianna e à Lea? - disse ele.

 

-Ok, diz.

 

-Eu amo a Dianna.- disse.

 

-Cory, eu já estou mais confusa que um boi, agora vais confundir-me mais?

 

-Calma...eu amo a Dianna, mas como já somos amigos há muito tempo, sempre que estou com ela sinto que a relação de namorados não vai resultar. Sinto que destrói a amizade toda.- disse ele.

 

-Então e a Lea?

 

-A Lea surpreendeu-me. Aquela atitude sempre animada dela e isso...e não a conheço assim tão bem como a Dianna, por isso achei que podía namorar com ela, sei lá. Eu também queria esquecer a Dianna. Mas não consigo. - disse o Cory.

 

-Ah, então foi por isso que não ficaste triste quando a Lea te rejeitou. E ainda bem que ela te rejeitou, porque se vocês chegassem a namorar e alguém descobrisse que era só para esqueceres a Dianna, ías magoá-la também.- disse a Lucy.

 

-Pois...

 

-Agora tens de arranjar maneira de dizer tudo o que sentes à Dianna. Talvez até lhe contes isso, porque eu não vou contar a ninguém, já que tu me pediste para não o fazer.- disse a Lucy.- Bem, foi um prazer falar contigo. Adeus.

 

-Adeus...- disse o Cory.

 

***

-Demi, tenho um plano!- disse a Selena, a levantar-se da cama e ligando a luz do quarto, sabendo que passava das 2 da manhã.

 

Demi levantou-se. Notava-se que nenhuma das duas tinha dormido ainda, pois tinham estado a pensar na situação da Demi a noite toda.

 

Miranda foi a única que estava a dormir e acordou de repente. Ela também estava preocupada com a Demi, mas não era assim tão próxima dela como a Selena.

 

-O que foi, Selena?- perguntou a Miranda, meio ensonada.

 

-O meu plano é....adivinhem....vou voltar a namorar com o Chace. Só que desta vez a fingir. - disse a Selena.

 

-Então e o Justin? Não gostas dele? - perguntou a Demi.

 

-Sim, eu amo-o. Mas agora estou muito preocupada contigo e vou ajudar-te.- disse.

 

-E como é que namorar com o Chace vai ajudar a Demi?- perguntou a Miranda.

 

-Toda a gente tem um segredo. Quando eu descobrir o do Chace, vou chantageá-lo. Digo-lhe que se ele não disser a toda a gente que aquilo da Demi é mentira, conto o segredo dele a toda a gente.- disse a Selena.

 

-Bom plano...amanhã de manhã começas.- disse a Demi. - Agora vamos todas descansar, que é o melhor.

 

-Ok. Boa noite meninas. - disse a Selena.

 

-Boa noite. - disseram Miranda e Demi.

 

***

Já eram sete da manhã na Ribet Academy. Cory estava no seu quarto, já acordado, a pensar no que a Lucy lhe tinha dito, e a tentar ganhar coragem para dizer tudo à Dianna.

 

Ele decidiu ir ao quarto dela. Bateu à porta umas três vezes, até que a Lea a abriu.

 

-Oh, olá.-disse o Cory.

 

-Olá.-disse a Lea.

 

-Já estás toda arranjada? É tão cedo...-disse ele.

 

-Pois, eu acordo sempre às seis da manhã, não importa a hora a que me deite, e vou fazer exercício.

 

-Ok. A Dianna está?- perguntou.

 

-Sim. Está a dormir. E mesmo que não estivesse, eu não te ía deixar aproximar-te dela. Não quero que lhe faças mal.- disse a Lea.

 

-Eu não estou aqui para lhe fazer mal.- disse.

 

-Deixa-o entrar, Lea.- disse a Lucy, a levantar-se e a sair do quarto, assim como Lea.

 

Cory e Dianna ficaram sozinhos. O Cory pôs-se de joelhos ao lado da cama da Dianna e ficou a observá-la um pouco enquanto dormia. Depois, decidiu acordá-la.

 

-Dianna...-sussurrou, tocando-lhe ligeiramente no ombro.

 

A Dianna acordou e olhou para Cory, confusa.

 

_________________________________

O que acham que vai acontecer?

Espero que tenham gostado!

Bjs

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D